Hidroquinona para remover manchas – Vale a pena?

Hidroquinona para remover manchas – Vale a pena?

Se você possui muitas manchas no seu rosto, e se incomoda com essa característica, é possível que já tenha rodado toda a internet a procura de alguma solução. E, dentre essas pesquisas, pode ser que tenha constatado que a hidroquinona ajuda a remover manchas, mas será que vale a pena? É o que você irá descobrir nesse artigo!

Rosto de mulher com manchas removíveis por hidroquinona
Apesar de ser uma característica comum em algumas mulheres, a realidade é que algumas se incomodam bastante com algumas manchas na pele e, por isso, recorrem a hidroquinona. Mas será que vale a pena? É o que você irá descobrir nesse artigo.
(Imagem: Maria Orlova via Pexels)

Assim como qualquer produto que existe no mundo, a hidroquinona também tem os seus riscos e contraindicações. Portanto, antes de usar a hidroquinona para remover manchas, é fundamental conhecer todos os pontos acerca desse produto.  E para saber mais, basta continuar a leitura até os próximos tópicos.

O que é a hidroquinona?

A hidroquinona nada mais é que um composto orgânico e extremamente recomendado por muitos especialistas no tratamento de manchas. O seu resultado não é instantâneo, mas gradual. Porém, a grande parte das mulheres que utilizaram esse produto indicam fortemente pela sua extrema eficácia.

É importante que você saiba que a hidroquinona é recomendada para tratamentos específicos. Sendo assim, antes de qualquer coisa, é fundamental que você procure um médico a fim de saber se você pode tentar remover as manchas com a hidroquinona. Afinal, caso você utilize de maneira incorreta, pode ser que você adquira o resultado oposto.

Como o produto age na pele?

A hidroquinona age de maneira relativamente agressiva na pele. Sendo assim, não utilize o medicamento sem antes procurar um médico que lhe oriente da melhor forma possível. A hidroquinona age diretamente nos melanócitos, que são as células responsáveis pela produção de melanina.

Mulher asiática com cabelos preto com sardas na pele removíveis com hidroquinona
A hidroquinona age diretamente nos melanócitos, que são responsáveis pela pigmentação. Sendo assim, estamos falando de um produto que age diretamente na raiz do problema, e por isso a sua extrema eficácia.
(Imagem: Ike louie Natividad via Pexels)

Ou seja, a hidroquinona age diretamente na despigmentação da cútis, já que inibe a produção de melanina de uma determinada região. Dessa forma, bloqueia por completo o acúmulo de melanina na região, resolvendo as manchas na pele.

É bom destacar que a hidroquinona pode ser encontrada tanto na sua forma pura como apenas um dos componentes em outras pomadas. Alguns nomes comuns de pomadas que contenham a hidroquinona são: Clariderm, Claripel ou Solaquin. Encontra-se facilmente em drogarias e farmácias, nem sempre sendo necessário prescrição médica.

Quando posso usar o produto?

Ainda que seja um remédio extremamente eficaz, o seu uso deve ser feito apenas quando o médico receitar. Afinal, se o seu caso não for muito “grave”, o uso da hidroquinona pode apenas piorar as suas manchas. Sendo assim, não deixe de consultar um dermatologista para que ele possa lhe passar as indicações corretamente.

Geralmente, o uso da hidroquinona é recomendado apenas em casos de clareamento gradual de melasmas, cloasmas, sardas, melanose solar e em outras condições nas quais ocorrem hiperpigmentação cutânea por produção excessiva de melanina.

Como usar a hidroquinona para remover manchas?

Caso o seu médico tenha lhe receitado a utilização da hidroquinona, geralmente a forma de uso é padrão e existe alguns cuidados pré-estabelecidos. Claro que a forma de uso pode variar de acordo com a sua situação, então sempre deixe prevalecer aquilo que o seu médico receitou.

Mas, antes de aplicar o produto no rosto, é estritamente necessário que o rosto ou o local da aplicação esteja devidamente limpo, sem que haja resíduo de qualquer outro produto, pois isso pode comprometer a eficácia da hidroquinona.

Leve esse passo muito a sério, pois, a depender do produto que a hidroquinona tenha contato, pode desencadear alguns efeitos colaterais. Você pode limpar a sua pele com um sabonete, mas desde que ele seja neutro. E em relação a forma de aplicação do produto propriamente dito, há duas formas.

A primeira e menos comum é a aplicação de finas camadas na região desejada, duas vezes ao dia. Nesse caso, recomenda-se aplicar uma vez pela manhã e outra à noite. Deve-se aplicar na região até que o creme desaparecer e não deixar a pele branca, portanto, cuidado com o excesso. Em seguida, é fundamental aplicar um filtro solar para proteger dos raios solares.

A segunda forma de aplicação e mais comum é a aplicação da hidroquinona, todos os dias, na região que você deseja clarear, pelo menos 30 minutos antes de dormir. E, na manhã seguinte, basta enxaguar e remover todo o produto com água morna ou gelada.

Quais cuidados devo tomar com a hidroquinona?

Por ser um produto de extrema eficácia devido a sua composição “agressiva”, alguns cuidados devem ser cruciais no momento de utilizar a hidroquinona. Por deixar a pele completamente livre de quaisquer resíduos de outros produtos, há outras questões que devem ser levadas em consideração.

É verdade que a hidroquinona pode ser usada para remover manchas do corpo. Porém, é importante saber da existência de áreas sensíveis. Então, quando for aplicar, evite áreas como olhos, boca e os cantos do nariz. Para esses locais, é aconselhável um outro produto menos agressivo.

Lábios grossos de uma mulher negra
A hidroquinona é um produto um tanto quanto “agressivo”. Sendo assim, como os lábis, cantos do nariz e olhos são regiões mais sensíveis, não é recomendado usar o produto nessas regiões.
(Imagem: Kindel Media via Pexels)

Fora isso, se a região que você quer clarear tem a presença de algum machucado ou lesão, adie a utilização da hidroquinona até que o local fique definitivamente sarado. Ademais, ao final de toda aplicação, evite se expor ao sol, pois a exposição pode potencializar as suas marcas e, dessa forma, você obterá o efeito contrário ao desejado.

E é justamente por esse motivo que geralmente os médicos indicam que se utilize essa pomada apenas à noite, pois as chances de se expor são quase nulas. Mas, caso você tenha que se expor ao sol, ao menos aplique um protetor solar indicado na região para evitar o efeito contrário.

Quais são os efeitos colaterais da hidroquinona?

Qualquer produto, quando usado da maneira errada, pode apresentar efeitos colaterais, e a hidroquinona não está isenta disso. E, nesse ponto, é bom destacar que os efeitos colaterais desse produto podem ser bastante significativos, e é justamente por isso que reforçamos a importância de procurar um médico. Evite a automedicação.

Inclusive, não é à toa que essa é uma substância que sua comercialização foi proibida em alguns países. Porém, dermatologistas afirmam que, se usado da forma correta, a probabilidade da aparição dos efeitos colaterais é praticamente nula.

Dentre os efeitos, pode-se citar a hipersensibilidade da pele em relação a luz solar, vermelhidão na pele, coceira, ressecamento, dermatite de contato, hiperpigmentação, manchas escuras nas unhas e, em uso prolongado, pode ocasionar em manchas marrons escuras ou preto-azulado onde houve a aplicação da pomada.

Contraindicações da hidroquinona

Por ser um produto forte, o uso não é recomendado para mulheres gestantes ou em período de amamentação, por exemplo. Crianças menores de 12 anos também devem ficar longe desse medicamento.

Criança com cabelos longos
Como estamos nos referindo a um produto forte, crianças abaixo de 12 anos e gestantes devem evitar o seu uso.
(Imagem: jonas mohamadi via Pexels)

Se a sua pele está, irritada, machucada ou queimada por causa do sol, evite a utilização da hidroquinona. As pessoas hipersensíveis ou que sejam alérgicas a algum componente da fórmula também devem desconsiderar o uso.

Vale a pena usar a hidroquinona?

Depois de ler todas essas informações acerca da hidroquinona, é possível que você se questione se vale a pena a sua utilização. Levando em consideração apenas a sua eficácia, é inegável dizer que se trata de um produto que cumpre com aquilo que promete. Porém, é preciso analisar outras questões.

Os riscos do mal uso da hidroquinona pode resultar em características irreversíveis. Sendo assim, pense bastante antes de fazer o uso dessa pomada. Procure a sua utilização apenas se você tiver condições de ter um acompanhamento médico.

Renato Dias

Veja Notícias

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos