Hidratação com glicerina: saiba como fazer

Hidratação com glicerina: saiba como fazer

Cuidar das madeixas é essencial para garantir o bem-estar de muitas mulheres, e diante disso, as receitas caseiras têm conquistado um espaço essencial na agenda de muitas. Dentre todas, certamente a que mais tem dado o que falar é a hidratação com glicerina, e é sobre ela que falaremos no artigo de hoje.

Mulher em um lavatório capilar fazendo hidratação com glicerina
Quer deixar o seu cabelo ainda mais bonito, saudável e hidratado? Então confira nesse post todas as propriedades benéficas da hidratação com glicerina!

O cabelo é uma parte fundamental na construção da autoimagem e uma autoestima elevada. E justamente por esse motivo que a grande parte das mulheres tomam todos os cuidados necessários para garantir madeixas fortes, resistentes e saudáveis.

Inclusive, aliado a hidratação com glicerina, você pode apostar em outros cuidados que também irão deixar as suas madeixas mais bonitas e sedosas. Porém, para garantir um bom resultado com esse produto, é importante saber como fazer a hidratação com glicerina. E é isso que você irá aprender nesse artigo.

Como a hidratação com glicerina age no cabelo?

A glicerina é um componente que está presente em muitos produtos capilares hoje em dia e, como ele foi muito bem aceito, muitas resolveram aplicar o produto puro nas madeixas. No entanto, esse é um procedimento errado, e para compreender isso primeiro você deve entender como a substância age no cabelo.

De forma direta, a glicerina tem o poder de literalmente atrair a umidade do ar para dentro do fio de cabelo, retendo essa umidade por mais tempo no interior dos fios. Sendo assim, a água absorvida do ar demora mais tempo para evaporar, garantindo um efeito hidrante para os fios por muito mais tempo.

O problema, no entanto, é que quando a hidratação com glicerina é feita da maneira errada e em condições não recomendadas, ao invés de você obter um cabelo saudável, acaba-se obtendo o completo oposto.

Como devo fazer a hidratação com glicerina?

É relativamente comum ouvir relatos de algumas mulheres afirmando que a hidratação com glicerina não surtiu nenhum efeito. No entanto, quando isso acontece, certamente é porque o procedimento não foi feito da maneira correta. Nos tópicos seguintes, você irá conferir a maneira correta de aplicar essa substância e garantir o melhor resultado.

Fique de olho nas condições climáticas

A primeira coisa acerca desse assunto que você saber é que é necessário ficar de olho na umidade do ar no dia em que você for fazer a hidratação com glicerina. Conforme explicado no tópico anterior, essa substância tem o poder de absorver a umidade do ar e doar para os fios.

Contudo, se você realizar essa hidratação em um dia seco, simplesmente não haverá de onde retirar a umidade a não ser do próprio cabelo. O resultado? Cabelos ainda mais secos, opacos e quebradiços. Indica-se fazer esse tipo de hidratação apenas nos dias em que a umidade do ar estiver a 70% ou mais.

Você pode verificar a umidade do ar em qualquer aplicativo para celular quem mostrem a previsão do tempo. E se você mora em uma região muito seca, a dica é diluir a glicerina em uma quantidade maior de água ou misturar com algumas gotas de óleo vegetal.

Princípios termoativos da glicerina

Ao fazer a hidratação com glicerina somente com a substância diluída em água ou algum óleo vegetal, sem misturar com uma máscara de hidratação, você precisa manter atenção aos princípios termoativos da substância.

É verdade que, quando a glicerina é utilizada em junção com outros produtos, não há nenhum problema utilizar a touca térmica para potencializar o resultado. Agora, caso você faça a hidratação com a substância pura, deixe o seu cabelo longe de altas temperaturas.

Mulher passando secador de cabelo em outra mulher
Diferente de outros produtos, a glicerina não precisa de altas temperaturas para que as sua propriedades sejam ativadas. Portanto, ao realizar a hidratação com a glicerina pura, mantenha-se longe do secador e chapinha, por exemplo.

Sendo assim, jamais seque o cabelo com um secador ou use qualquer tipo de ferramente de calor depois de fazer a hidratação com glicerina, pois isso irá fazer com que os aparelhos absorvam toda a umidade do seu cabelo.

Algumas mulheres, inclusive, reclamam de queda de cabelo após o alisamento, mas é bom entender que isso não ocorre devido a hidratação com glicerina, mas sim pelo fato de não saberem ministrar esse procedimento.

Utilize a glicerina sempre como hidratação

A glicerina tem um aspecto mais viscoso, incolor e inodora e, por isso, lembra muito um gel ou aquelas gelatinas para cabelo. E isso faz muitas mulheres crer que a glicerina poder ser utilizada como um gel definidor ou fixador.

Mas não confunda, a glicerina deve ser sempre utilizada como hidratação, nunca como um gel finalizador. Utilizar essa substância para outros fins não irá resultar em um sedoso e, por vezes, pode contribuir para um efeito contrário.

Quais são os benefícios da hidratação com glicerina?

As vantagens de fazer hidratação com glicerina está além de potencializar os resultados de uma máscara de hidratação, e quem já testou sabe dos diversos pontos positivos. Quando utilizado da maneira correta, alguns dos benefícios são:

– Controle de frizz;
– Combate as pontas duplas;
– Estimula a definição dos cachos;
– Promove maciez e brilho extremo;
– Fortalece a fibra capilar.

Os benefícios são tão conhecidos que o próprio portal R7 exaltou e reconheceu o quanto a hidratação com glicerina pode fazer bem aos fios capilares. Então, se você está precisando adquirir cabelos lindos e saudáveis, não deixe essa dica de lado.

Renato Dias

Veja Notícias

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos